INK HOUSE BRASIL Posted on


Durante os dias 7, 8 e 9 de dezembro, a MullenLowe organizou — em sua sede em São Paulo — o InkHouse Brasil, uma iniciativa em busca por grandes nomes da publicidade antes mesmo deles saírem da universidade. Com o apoio do cliente Unilever e um briefing real da marca Knorr em mãos, 18 estudantes (9 duplas) tiveram 24 horas para criar uma campanha, ao melhor estilo hackaton. O desafio faz parte do projeto InkHouse, que em novembro deste ano aconteceu na MullenLowe em 12 outros países da América Latina.

A noite foi agitada, com os participantes focados em resolver o briefing de Knorr. E assim como no dia a dia de uma agência, em que jobs urgentes e imprevistos aparecem na última hora, os estudantes tiverem que resolver briefings surpresas de marcas como Fini e Kibon.

Foram 24 horas intensas, e às 18h30 do sábado (8/12) todos entregaram suas propostas. Depois de uma dinâmica de imersão na agência, no dia seguinte (domingo), todos voltaram para a apresentação junto da Gerente de Marketing da Knorr, Renata Graner; e  do grupo de diretores da agência: André Gomes, CEO; Eduardo Salles – Diretor de Criação; Ana Luiza Santos – Head de Planejamento; Erika Cabral – Head de Mídia para Unilever e Carolina Azevedo – Diretora de Conteúdo e Produção Digital.

Para definir os estudantes que participariam do Ink House, a MullenLowe Brasil contou com a parceria de diferentes universidades, dentre elas: Anhanguera, Cásper Líbero, ESPM, FMU, Senac e UNIP.

O júri avaliou, sobretudo, o pensamento estratégico, a criatividade e a apresentação das duplas. Os vencedores Laísa de Melo Brito e Erik Gutschow, da ESPM, foram contemplados com um estágio diferenciado pelo período de seis meses na agência. As duplas do SENAC e da Cásper Líbero conquistaram ambas a segunda colocação, e em terceiro lugar ficou também uma dupla da ESPM.

http://www.meioemensagem.com.br/home/comunicacao/2018/12/12/mullen-lowe-gamifica-processo-seletivo-para-estagiarios.html